Alto contraste A- A A+
Login
Home

Grupo Ceuma

28 anos

16 de abril de 2019, 20:38 - Por Cristina Martins

Palestras com ícones brasileiros registram recorde nas redes sociais

Dois eventos pelos 29 Anos do Grupo Ceuma – além de inéditos – ganharam peso especial na segunda, 15 de abril, com palestras de duas referências nacionais: o famoso advogado e professor Sergio Bermudes, que falou pela manhã, e o astronauta e Ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, o mais famosos piloto brasileiro. Mas, o entusiasmo de alunos, professores e convidados não se resumiu a ouvir os palestrantes. A repercussão nas redes sociais foi tamanha, que a quantidade de visualizações no stories ultrapassou a marca dos 10 mil nos dois eventos. Só na palestra de Pontes,por exemplo, o feed registrou 20 mil likes. 

DSC_0135DSC_0372DSC_0332

 

DSC_0202DSC_0067DSC_0173

 Tanto os palestrantes como os temas que escolheram dão a medida exata do sucesso que lotou o Salão Nobre da Biblioteca do Campus Renascença com plateias tão variadas quanto atentas aos depoimentos de dois brasileiros brilhantes. Bermudes – acostumado a vencer grandes causas defendendo megaempresas brasileiras e multinacionais – relatou sua alentada bagagem profissional para transmitir o máximo da sua vivência a jovens e futuros profissionais do Direito. O tema “Meio Século de Advocacia e de Magistério” resumiu a trajetória de resultados pra lá de positivos frente a tribunais, em sala de aula ou como conferencista conceituado em eventos jurídicos no Brasil e no mundo.    

DSC_0345DSC_0093DSC_0105

A segunda palestra do dia – “Ciência e Tecnologia para o Desenvolvimento do Brasil” – ganhou clima de show solo pela peculiar eloquência de Marcos Pontes em sua primeira visita ao Maranhão como Ministro de Estado. Cerca de 350 alunos de vários cursos da Universidade Ceuma disputaram uma vaguinha – mesmo em pé – para ouvir de Pontes o que tem definido deDSC_0347 perspectivas do programa espacial brasileiro, os planos para a Base de Alcântara e os potenciais países parceiros para investir na ciência nacional. “Não quero ser politico, meu sonho é ajudar a desenvolver o Brasil”, disse o astronauta que começou a carreira na Academia da Força Aérea, em 1981, e depois decolou rumo à Engenharia Aeronáutica no prestigiado ITA, para daí,  chegar à NASA, onde foi treinado para integrar a Estação Espacial Internacional. Foi assim que, em 2006, Marcos Pontes se tornou o primeiro brasileiro e único nativo de língua portuguesa a viajar pelo espaço. Na saída da palestra, ele foi assediado por centenas de fãs atrás da selfie com um dos ministros mais populares da cena nacional.

DSC_0093